Buscar

SUAR REALMENTE QUEIMA CALORIAS?


Em dias de calor, é comum ver pessoas correndo agasalhada e até enrolando um plástico na barriga como alternativa para transpirar mais, acreditando que o suor na atividade física queimará muitas calorias e consiga emagrecer com mais facilidade.

A perda de água através do suor durante o treino é chamada de desidratação e não emagrecimento e sem a reposição dos sais mineiras (potássio, sódio, etc) perdidos pelo suor, complicações cardíacas, renais, desmaios e outros distúrbios podem ocorrer.

Um exemplo a ser dado é o ambiente da sauna, local onde se transpira muito, e apesar da sauna ser relaxante, perde-se líquidos e toxinas pelo suor, porém, não queima carboidratos e muito menos gorduras.

O volume de suor varia de pessoa pra pessoa e se dá por diversos fatores, entre eles a genética, o sexo, a intensidade da atividade física e até o peso na balança, pois a gordura funciona como isolante térmico, aumentando a temperatura corporal, por esse motivo que pessoas obesas costumam transpirar mais no calor.

A quantidade de sais minerais e água que se perde varia de pessoa para pessoa, mas em geral é de 15 ml a 1,5l, dependendo também da temperatura e da duração da atividade física.

Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM – The American College of Sports Medicine), devemos ingerir líquidos 2 horas antes da prática da atividade física e dependendo da duração da atividade e do clima, recomenda-se ingerir líquidos durante o exercício, porém sem exageros. Ainda segundo o Colégio Americano, a perda de 2% do peso corporal é prejudicial ao desempenho físico e se não compensado com hidratação adequada a saúde poderá ficar comprometida.

Sendo assim, a transpiração (suor) regula a temperatura interna do corpo e NÃO determina o gasto calórico e não ajuda no processo de perda de peso. Portanto, não deve ser usada como parâmetro de treinamento ou de emagrecimento.


Bruna Rossi – CREF-4 Nº 069859-G/SP , personal trainer

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo